Páginas

31/05/2009

3 Capítulo 4

Vasco
Avisei. Falei que a semana era complicada e está sendo, mas na torcida para depois da tempestade vir a bonança. Esse jogo de hoje foi totalmente fora do cenário do que será o ano do Vasco. Não passaremos por dificuldades iguais, não vamos jogar com um time tão "despreparado" - se bem que, ganhando na quarta algum jogo no futuro será com time reserva.

O jogo hoje tinham adversários demais. O campo foi um dos piores que já vi, era Beach Soccer, o cara andava aparecia areia, bola rolava aparecia areia, se jogador é punido, a diretoria do Paraná deveria ser punida por tal descuido. O juiz era um merda. Sem critério, sem noção, a expulsão do Enrico foi desnecessária e os gols do Paraná tiveram algumas irregularidades.

Enfim, o jogo digno de chororô mesmo.
Que venha o Corinthians!

Momento publicitário: Torcedores, colocamos anúncios Google no Arquibar. Estamos fazendo um teste pra ver quanto isso pode render, duvido que nos deixe rico, mas não custa tentar. Então da aquele força pra galera, cliquem nos banners ao lado.

Gustavo Pessôa - Vasco

28/05/2009

10 Bando de Bandido

Vasco
Falei que o jogo ia ser difícil, o mais difícil do ano. E foi. Foi mais difícil que a derrota pro Botafogo na Taça Rio, jogo que o Vasco não entrou em campo. Ontem entramos, lutamos e demos alguns moles.

O primeiro tempo do Vasco foi muito fraco, Jeferson totalmente fora de jogo, não acertava um passe e o time só atacava pela direita, toda hora o Ramon livre, mas a bola nunca ia pra ele. A zaga bateu cabeça e 1 x 0 pro Gambá. No segundo tempo pressionamos um pouco mais, o Ramon pegou mais a bola e chegamos ao empate. Pimpão!

A Copa vai ser bem difícil, o mimado time do Corinthians em casa vai ser mais complicado de ganhar (mas não impossível), e o Inter já está na final e vai fazer de tudo pra ganhar um título grande no centenário. Digno de qualquer time grande que chega aos 100 anos.

Eu não sou fã do "Flamengo Paulista", gostava um pouco na época do Marcelinho, que sempre achei um gênio, mas sempre tive uma aversão aos jogadores. Dinei, Ronaldo goleiro, Ricardinho, são alguns jogadores com cara de Corinthians, cara de bandido que fala "mano", mas eu tinha uma certa simpatia pelos jogadores dessa temporada.

Foi só assistir um jogo inteiro pra ver que a marginalidade já foi tomada por completa de novo. Jorge Henrique e Souza sempre foram e estão mais, principalmente o primeiro. Dentinho já se sente futuro craque da seleção, e o máximo que vai conseguir é uma carreira na Ucrânia ou Rússia, se bem com o Dunga como técnico não duvidaria de uma convocação dessas. O Chicão tá se achando o último zagueiro do mundo depois de Mauro Galvão e o André Santos é marginal. Fico na torcida por uma contusão dele, não que eu prefira ele fora do jogo contra o Vasco, só não quero que ele ganhe dinheiro com futebol. Torço pra carreira de motoboy dele.

Gustavo Pessôa - Vasco

25/05/2009

10 Triste Cenário

O Fluminense está pedindo pra cair.

Exagero pra uma terceira rodada? Talvez. Mas essa não é uma reflexão emocional, pós-jogo, cheia de palavrões. Passaram-se 24 horas da vergonhosa partida de ontem à tarde, deu tempo suficiente pra acalmar os ânimos.

E a conclusão foi a mesma que eu já tinha chegado ontem à tarde, só que com menos xingamentos. Tirando o ridículo soprador de apito (Leandro Vuaden, fdp) que gosta de aparecer mais do que o jogo e dá vermelho direto num lance que nem falta foi (o do Dieguinho) e que, se fosse, já seria absurdo se fosse dado o amarelo... Tirando o péssimo momento psicológico da eliminação da única competição que poderíamos sonhar mais alto...

Tirando isso, fica só a análise fria do time do Fluminense. Ou melhor, ampliando: a análise das pretensões do FFC neste Campeonato Brasileiro.

O que esperar do clube Fluminense, quando:
... o seu presidente não entende absolutamente nada de futebol e gosta de aparecer falando merda nos jornais e na TV?
... quem manda no clube é o presidente do patrocinador, que, ainda que tricolor e bem-intencionado, só está preocupado em gerar retorno de mídia para a sua empresa, portanto só contrata medalhões ou jogadores que dão manchete (pra bem e pra mal, vide o animal do Jaílton)? Ou isso, ou ele também não entende nada de futebol pra contratar tão mal.
... um departamento de futebol usa as estatísticas para justificar a contratação da mula manca do Jaílton, e que diz que o atacante Roger pode ser uma boa referência na área, e que não entendeu até agora que jogador dispensado pelo Luxemburgo (Leandro) não pode prestar?
... o comandante do time (parênteses: mestre que será sempre respeitado pela sua história no clube), faz questão de estar completamente desalinhado com os anseios da torcida e mostra, jogo após jogo, que está muito longe de ter o time na mão?
... esse mesmo comandante, precisando de força ofensiva dentro de casa contra o fraco time do Santos, bota em campo o Maurício (!!!), típico jogador que não sabe jogar futebol? E não escala o Tartá nem a porrada?! Nem nas substituições?! E bota Ratinho (!!!) como titular num jogo decisivo contra o Corinthians, precisando ganhar o jogo?

E o que esperar do time do Fluminense, quando:
... o nosso goleiro, que poderia ser um goleiraço mas é só um fanfarrão, não se sente ameaçado nem quando comete as mais bizarras falhas, como no frangaço contra a imundície?
... percebemos que o time SIMPLESMENTE NÃO TEM LATERAIS?! Não é que sejam ruins, eles são HORROROSOS. Do nível do Ronald, Itaberá, Júlio César, essas merdas. Lateral que toma bola nas costas, que não sabe fazer linha de impedimento, que não passa do meio-de-campo ou quando passa não acerta UM cruzamento na área, que passa o jogo inteiro dando passes laterais de 2 metros, isso pra mim não é lateral. É um peso morto.
... a zaga é uma peneira nojenta? Ter o Edcarlos no time é um câncer pro futebol tricolor. Porque essa merda foi contratada como solução pra zaga e, como tal, fica se prolongando no time. Se fosse um horroroso qualquer, já tinha saído há muito tempo. Mas é o horroroso do Edcarlos, que veio da Europa, que jogou no São Paulo, que ganha sei-lá-quanto... pra mandar embora é muito mais difícil. Já o Luiz Alberto, coitado, sempre foi fraquinho, mas pelo menos é esforçado. É burro, mas é esforçado. Menos mal.
... preciso falar dos cabeças-de-área? PELAMORDEDEUS, Wellington Monteiro não joga em NENHUM time do Brasil. Nem no Santo André, nem no Avaí! É esforçado, mas é MUITO RUIM. Esforçado por esforçado, contrata um peão de obra que vai correr mais do que ele. O cara simplesmente não acerta um passe, não cobre bem as laterais, não fecha a entrada da zaga. Tem piores do que ele, como o quadrúpede anteriormente mencionado e o Fabinho, mas esses já foram, graças a Deus. E tem o animal do Maurício, que alguns diziam ser a promessa da base do Corinthians (a mãe dele dizia), mas infelizmente é outro exemplar de "jogador que não sabe jogar futebol". Quer ver? Dá uma bola no pé dele, pra puxar um contra-ataque, pra dar a bola redonda no pé de um dos meias e subir no gás pra finalizar... sabe onde parou esse lance? No primeiro passe que ele tentou enfiar pro meia - se foi mais de 2 metros, ele errou.
... quando quem era tido como craque do time só está aqui temporariamente, se aquecendo pra encher a burra de petrodólares? E parece que é autista, joga um outro jogo, avoado, só quer resolver sozinho, não acerta uma tabela, no escanteio não acha um companheiro, não acerta uma falta decente há 6 meses. Esse é o craque, o dez. (Já o Conca eu alivio, esse aí é raçudo e tem bola. Queria 11 dele no time.)
... o ataque joga nas laterais ou no meio-de-campo, porque a bola não chega? E quando chega, eles não botam pra dentro. Quem ganha o que ganha o Fred não pode errar tanta finalização. E o Maicon, psicólogo nele urgente! Parece maluco ou idiota, só quer saber de dar porrada. Ah, mas tem o Leandro Amaral. Grande Leandro Amaral, tá curtindo umas férias no Flu D'Or. Ele e o Diguinho cabelinho esvoaçante.

Ou seja, o que esperar de um clube que é uma zona e de um time que não é um time? Fodeu. Eu to me preparando pra sofrer, e já estou sofrendo com cada pontinho perdido, porque eu sei que todo pontinho faz uma diferença absurda na briga pra se classificar no G16.

Ratinho??? Mariano??? Edcarlos??? Wellington Monteiro??? Diguinho??? Leandro Amaral??? Barca neles urgente! Enxuga a folha e traz uns brigadores que vão chegar pra comer grama, ou então sobe com a molecada. Pra ficar com esses vagabundos e se ferrar mais pra frente, é melhor mudar agora.

E, Parreira, meu amigo, ouve só: a última coisa que eu quero é mudar de treinador, porque essa é a senha pra degringolar. Mas o senhor está de sacanagem. Trata de começar a montar um time pra ganhar ou vai ser foda ficar sem fazer pressão pro senhor sair fora. Antes o senhor do que a gente.

PS: hoje ouvi no rádio que estavam pensando no veado do Roger pra vaga do autista Thiago Neves. Se for verdade, é bom que ele saiba que vai ser apedrejado pela torcida. E não é no sentido figurativo.


Saudações Tricolores

Fábio Sá - Fluminense

2 E começa mais uma semana

Vasco
Semana começou boa no Rio. Pro Maracanã 34 mil ingressos já foram vendidos, então amanhã tem mais fila. 34 é pouco ainda, queremos 80. O Presidente prometeu pra 19h uma coletiva sobre a Eletrobrás e fornecedor de material, que até então eu acreditava ser a Lotto, mas a globo já está plantando a Penalty. Eu quero é dinheiro e uma camisa bonita!

O povo da beira da lagoa mandou o Obina fazer um teste no Instituto Wanderley Luxemburgo. Emprestado até o final do ano, a baiana deve ficar lá fazendo peso e pulando no trampolim da piscina do Palestra. Da-lhe Porco!

Na Fluminense hoje teve uma notícia do Leandro Amaral, falando que poderá jogar na 5º rodada. Nem lembrava desse emo mais. Se Fred sozinho não ta ajudando nada, o traíra só vai atrapalhar. Sinto que o outdoor da Unimed vai passar sufoco.

O Botafogo já se transferiu para o Espírito Santo?

Gustavo Pessôa - Vasco

24/05/2009

0 Capítulo 3

Vasco
Meu campeonato in foco começou hoje, já que foi minha primeira partida. O jogo começou difícil antes mesmo de chegar, o 473 não passava de jeito nenhum no ponto da rua Pompeu Loreiro, mais de 20 minutos de espera e solução foi o taxi. Em São Janu, com o time já em campo, só deu tempo de procurar um canto na arquibancada e acabei ficando num dos lugares que menos gosto, quase na última fileira atras do gol. Mas tive uma visão privilegiada para o segundo gol.

O jogo foi difícil, o 3 x 0 não é um placar mentiroso, mas posso afirmar que o Atlético-GO só não fez gol porque a camisa 1 do Vasco tem dono! CA19 jogou muito, ZidaNílton é gênio, Ramon tem que ser comprado logo, Paulo Sérgio acertou todos os cruzamento e até o Amaral vem jogando bem, mas o goleiro vem sendo o destaque do time. Um goleiro desconhecido no Brasil, mas que poderá contar alguma história pros netos depois.

Gosto muito do Élton também, atacante que não aparece muito pra torcida, apesar da quantidade de gols, mas o Fernando está deixando o Tiago preocupado em casa. E a torcida tranquila na arquibancada.

As coisas estão dando certo e tomara que essa semana seja de notícias boas, em todos os campos. Vai ser uma semana complicada. Quarta vamos pra casa da vovó e jogar contra o Corinthians, queria jogar em casa, mas o Presidente quis ir pra lá. Então vamos pro Maraca! O jogo não vai ser fácil, nada fácil, e vai ser o nosso maior desafio de 2009. Vamos lotar o Maracanã, fazer uma festa digna de Vasco da Gama e torcer pro DJ manter a calma na galera. Temos que chegar em São Paulo com 90% do jogo decidido.

Depois temos que viajar para enfrentar o Paraná, que por mais que esteja na zona de rebaixamento e apenas 1 ponto em 3 jogos, é um adversário clássico da série A que pode querer complicar a brincadeira.

E depois o Corinthians de novo, mas esses próximos jogos ficam pro capítulo 4.

Gustavo Pessôa - Vasco

23/05/2009

0 Vasco #Mobile

video

3. Fora o baile. Alguém precisa comprar logo o Ramon, melhor lateral em anos. Quando chegar em casa escrevo o capítulo 3.

0 Vasco #Mobile

1 a 0, Elton. Já tem semanas q falo q ele é gênio. CA19 é craque demais. Intervalo: hora do habib's. Foto pós-gol.

1 Vasco #Mobile

video

Em são janu.

21/05/2009

15 Rio de Janeiro, brasileiro...

Vasco
...meu irmão. Eu sou, sou Vasco da Gama, tantas vezes campeão!

Tinha como ser diferente? Se eu estou falando aqui antes de começar a rodada da semana passada. Os palpite estilo Dinah as vezes funcionam, quando não se joga com o coração eles funcionam sempre, e digo, terça passada não fiz nenhum diagnóstico com o coração. Sorte? Talvez. Amanhã jogarei na sena pra testar a sorte. Qual a camisa do Andrezinho? Vou colocar o número dele, com certeza!

Não tinha como o Flamengo passar pelo Inter, o mal não pode vencer assim e depois de fazer um jogo feio com o Fortaleza, não merecia tirar o Inter do torneio com dois empates. No Maracanã, onde eu não quis apostar, mas palpitei, o Corinthians mostrou que é maior que o Fluminense e jogou nossas chances de classificação para a final da Copa em 50%. A Flor era fácil e não existe Fábio Sá para negar.

O jogo do Vasco hoje foi igual pelada. Não por ter sido ruim, mas por terminado em 10 minutos (4 na verdade). O Vitória fez o gol com um minuto, assustando a imensa torcida bem feliz. Mas Élton colocou no filó e acabou o jogo, dali pra frente meu exercício foi secar e encher o saco dos vizinhos na janela.

O vizinho de baixo, do oitavo andar, é tricolor. O do sexto é Vascão. O prédio da frente (um cortiço) só tem urubu. Então, quando alguém do Framengo fez o gol do empate, os gritos pareciam ser direcionados a minha janela. Mas quem deu boa noite pra vizinhança fui eu!

Só mais uma pra sessão Mãe Dinah, essa imagem sou eu comentando no Twitter durante o jogo:


Se acha que é montagem (ou não conseguiu ler direito): www.twitter.com/guspessoa
siga o Arquibar também: www.twitter.com/arquibar

Boa Noite de novo.

Gustavo Pessôa - Vasco

20/05/2009

2 Fla #Mobile

Obina é melhor que nilmar!

0 Fla #Mobile

Inter em campo. Toma no cu inter!

1 Fla #Mobile

Direto da casa do inimigo. To indo pro hotel fazer o pré jogo. Detalhe: to no hotel do inter. De noite tem mais. Fernando Lima

19/05/2009

5 Pra cima deles!

Flamengo
Amanhã de manhã estou indo pra Porto Alegre. Já estou no clima do jogo desde o fim de semana, quando comprei a passagem. É difícil ganharmos? Quase impossível. O Inter é o time da moda e, mais do que isso, realmente está jogando demais. Mas somos Flamengo, ninguém pode esquecer disso.

Colocaram 500 ingressos à venda aqui no Rio. Rapidamente se esgotaram. Somados aos que devem ter vendido lá em Porto Alegre, nossa torcida vai estar bem numerosa. Tenho alguns amigos que também vão pra lá. A torcida deles vai estar maior, mas não vai estar melhor. Tenho certeza que nossos jogadores vão olhar para a arquibancada destinada ao Flamengo e jogar pela torcida.

O Obina é uma merda? É. O Zé Roberto não tá jogando nada? Não. Mas eu acredito no meu Clube, muito mais do que acredito no meu time. Torózinho vai virar um monstro de novo e anular D'Alessandro, Airton vai parar o Nilmar e o Flamengo vai finalmente acertar o gol, não resta outra alternativa.

O Inter é o favorito, todo mundo já falou aqui. Estou indo lá só pra comer na churrascaria Na Brasa. O Obina também. Assim como na época das semifinais da Taça Rio, ninguém acredita no Flamengo. Só nós, torcedores.
Vai pra cima deles Mengo!!!

Fernando Lima - Flamengo

17/05/2009

8 Capítulo 2

Vasco
Primeiro jogo longe de casa, e esse ano serão muitos jogos longe de casa, pensei que já no segundo capítulo estaria contando uma história triste - que seria superada em seguida com certeza.

Tentaram de todas as formas, o campo era um dos piores e enquanto o Ceará não desse chance, era impossível praticar qualquer modalidade futebolística naquele tapete. O urubu passou uma certa dificuldade no mesmo campo e só conseguiu fazer gol (caso raro lá) depois de alguma batalha. Então, depois de muito tentar a bola entrou, e com atuação de gala do Ramon o Vasco venceu mais uma. Rumo ao título invicto.

- DJ agora vai ter uma dor de cabeça, quem vai ser o goleiro? Fernando Prass tá fechando.

- São Janu semana que vem vai estar lotado. Não vai ter box do Habib´s pra todo mundo

- Champs foi embora. Eletrobras já pode chegar. Quem vai nos vestir?

- Essa é pro time: Se entrar em Salvador achando que ta 4 x 0, vai ter zebra hein. Tá 0 x 0, galera!

16/05/2009

3 (Feliz?) Ano Novo




Quarta-feira pode ser o primeiro dia do ano.

Para alguns, o ano começa dia primeiro de janeiro. Para a maioria, começa depois da quarta-feira de cinzas. Para o torcedor de futebol, começa e termina de acordo com o seu time.

No meu caso, como entramos no Estadual para fazer figuração, o ano praticamente não começou. Com um time completamente desequilibrado, fraco mesmo, o Fluminense jogou sem oferecer qualquer real perigo aos adversários, a não ser em lampejos dos melhores jogadores (como na vitória sobre o botafogo, o único bom jogo do time no campeonato). Mais uma vez o Estadual ficou entre o framengo e o novo-vasco.

Esse ano, que nem começou, na verdade pode ser que nem comece - depende da Copa do Brasil. Porque, como eu já disse aqui em outra oportunidade, sou cético quanto ao Brasileiro. Não estendo faixa de "Brasileiro é obrigação" porque sei que o elenco é fraco, e fico puto quando a torcida grita "Seremos campeões" na primeira rodada só porque ganhou (suado) do São Paulo. Acreditem, a do Fluminense gritou - é mole?

O Brasileiro é mais um campeonato de cartas marcadas, onde prevalecem a eficiência e a regularidade. E tem duas coisas que nossos times não são: nem eficientes, nem tampouco regulares. O time do Fluminense, por exemplo, é um bando. Não tem laterais, nem cabeças-de-área. Tem um goleiro que num jogo é um goleiraço, no outro entrega a paçoca (é raro, mas entrega). Tem meias que jogam muita bola, mas que recebem verdadeiras melancias e não têm com quem tabelar (daí prendem demais a bola e atrasam o time). Tem um ataque forte (o Maicon também é muito bom), mas que todo jogo é obrigado a jogar praticamente no meio-campo ou nas linhas laterais, porque a bola não chega na área. Ou seja, não é um time, que dirá um elenco.

Portanto, voltando ao "calendário", minha visão é a seguinte: é melhor que esse time jogue pra matar ou morrer na Copa do Brasil, porque o Brasileiro infelizmente (eu sublinharia 'infelizmente' se soubesse usar melhor esse blogger) não é pro nosso bico. Podemos ganhar? Podemos, futebol é legal por causa disso - porque é imprevisível. Mas eu diria que nós (todos nós cariocas) estamos muito mais pra azarões do que pra reais candidatos ao caneco. Menos o vasco, favoritíssimo ao título da segunda divisão (série B, divisão de acesso, grupo 2, como quiserem chamar). Uns enxergam isso, outros preferem se iludir - fazer o que?

Por isso que eu estou contando os dias pra quarta-feira. Estou que nem criança pequena na semana do Natal. Eu estarei lá no Maracanã pra berrar na orelha do João Paulo "saaaai, deixa o cara impedido, porra!"... eu estarei lá pra empurrar o Mariano pra linha de fundo e pra ajudar o cara a acertar uma bola na cabeça do Fred ou do Maicon... eu estarei lá ajudando o Wellington Monteiro e o Maurício (ou o Marquinho, pelamordedeus, Parreira!) a marcarem muito e a não errarem passes de 3 metros... eu estarei lá junto do Sobrenatural de Almeida, embaixo da trave do presidente FH, tirando todas as bolas que o Albertini e seus asseclas cismarem em tentar botar pra dentro... estarei no meio-de-campo, ajudando o Thiago e o Conca a se desmarcarem e a enxergarem os espaços em campo... e estarei lá na banheira, invisível, pra desviar pra dentro do gol do Felipe uma, duas, três, quantas bolas vierem. Eu estarei lá para suprir todas as deficiências desse time fraco, mas, que se jogar como time valente, brigador, honrando a camisa, tem tudo pra ganhar bem o jogo.

Eu já vi esse filme. Onde um time fraco vai subindo os degraus do mata-mata, jogando só na base da raça, empurrado pela torcida. O final do filme foi bonito, na linda Flurianópolis, há pouco menos de dois anos, onde a gente foi buscar (na marra) a taça que parecia escapar entre os dedos. Campeões do Brasil.

Por isso que, num pleno sábado, eu não consigo mais esperar pra que chegue a quarta-feira. E na cabeça só ecoa o mesmo som... ôÔÔ... ô dalhe-dalhe-dalhe-ô...ô dalhe-dalhe-dalhe-ô...Fluzão, Fluzão...ó meu Fluzão...ôÔÔ...
Vamo... pra cima Fluzão!

Saudações Tricolores
Fábio Sá - Fluminense

14/05/2009

10 Copa é todo ano

VascoE já estamos quase desenhando a final da Copa do Brasil 2009, as semi já estão bem encaminhadas e na próxima quarta estará tudo resolvido.

A Ponte não vai ter força pra ganhar do Coritiba em Curitiba. Acho difícil uma vitória paulista por lá, e caso ela aconteça já teremos a zebra da Copa, mas duvido muito. Se bem que o Coritiba fez hoje a contratação do ano, tirou Jailton do Fluminense. Jogador que ia pro Vasco, ai a Flor bateu pé, rodou a baiana e chorou no sonho (projeto) de ser um Vasco, conseguiu convencer a cabeça de ir pras Laranjeiras. Agora o mesmo técnico que para lá o chamou, está levanto para o Coritiba. Mario Bros é complicado mesmo, eu nunca confiaria num treinador que passou uma temporada na Jamaica. Mais um pra conta da Unimed.

Corinthians e Flor é o jogo que está mais indefinido pra mim. Ainda acho que as chances de classificação são as mesmas para cada time. Não vi o jogo hoje, mas aqui no Rio acredito que o time do Ronaldo pode se complicar. Vai ser o primeiro encontro entre uma torcida traveca e o Ronaldo. É só torcer agora pra jogar um jogo da semi em São Janu ou dois jogos no Rio, só que no Maracanã.

No sul acho que o time do Obina só vai passear. Sugiro a churrascaria Na Brasa, muito boa!

O meu time vai pra Bahia também dar uma voltinha. Ir lá perto do lixão soteropolitano para fazer cena, o estádio vai estar vazio, um dos craque do Vitória não vai jogar. Então é só torcer pra acabar rápido o jogo e voltarmos pros estudos do jogo no Maracanã. De qualquer forma, o coração dispara quando o time da Colina entra no gramado.

Mudando de assunto, comentei aqui no Arquibar que eu estive em Buenos Aires e fui num jogo do River. Para quem tiver a oportunidade de ir pra Argentina, e se está lendo esse blog é porque gosta de futebol, coloque no seu roteiro um jogo do Boca ou River.


A trave do Juninho

Já assisti um jogo na Bombonera e agora foi a vez do Monumental (gol do Juninho, Monumentaaaaal. Vou torcer pro Vasco ser campeão!!!!). O jogo era contra o Lanus e o River que não vai bem na tabela, esta com um time tachado como um dos piores de história e mesmo com isso tudo o estádio estava lotado. Infelizmente comprei ingresso errado e não fiquei perto da Barra Brava, mas deu pra assistir a festa. Estamos bem longe deles quando temos que protestar ou cantar sem parar (principalmente a torcida do Lanus que não parou minuto algum), mas nossa festa com bandeiras e coreografias é muito mais maneira que as deles só com barras, faixas e o famoso bracinho argentino.

Valeu a pena pelo jogo (que terminou 1 x 1), por conhecer um outro estádio e por ver a trave que o Juninho marcou o gol que nos deu o título da Libertadores, já que final contra time do Equador é só pra cumprir tabela.

Numa lojinha do lado do hotel que vende quinquilharia pra turista tinha uns souvenirs de futebol e alguns times brasileiros estavam na lista. Como disse o vendedor, essas são Las Copitas e juro que rodei a loja toda procurando uma Copita pro Victor Machado, pro Fábio Sá e pro Renan mas não encontrei um presentinho pra eles. Então trouxe só pra mim mesmo!

- Tienes del Fluzón?
-La pergunta?

Gustavo Pessôa - Vasco

13/05/2009

1 Flu #Mobile

... Boi da cara preta, pega o Ronaldo que tem medo de buce...! Já tô no campo de batalha! Saudações tricolores! Victor Machado

3 Pra galera do Pagode


Fugindo um pouco da pelota - um pouco - recebi hoje a notícia que vai agradar o povo do Arquibar que frequenta os pagodes do Júnior lá na Barra. Parece que o mais novo comentarista da Globo está gravando alguma música com o Marcelo D2, que arrumou um tempo nas gravações para uma session especial com o ex-lateral.

Como tem uma galera aqui que se amarra num pandeiro, cavaquinho e tan-tan, achei que valia a pena essa notícia que nos mandaram em primeiro mão.



Essas fotos são exclusivas do Arquibar e só outros 9 blogs também receberam essa notícia. Se você descobrir quais são escreva nos comentários para fazermos parcerias.

Quando tivermos mais informações a gente coloca aqui pro pessoal do tan-tan avaliar se a música é boa ou se é melhor ficarmos no hit do Pelé mesmo:



As fotos foram tiradas pelo Cláudio Lacerda. Já as fotos das fotos fui eu mesmo!

09/05/2009

15 Capítulo 1

Vasco
Hoje só foi escrito o primeiro capítulo, ou só o prefácio. Talvez só a capa dessa história. A história ninguém conhece o final, não sabemos como será o meio, mas o início já sabemos: com vitória.

Como já falei não estive em São Januário essa tarde, estou viajando de férias em terras de freguês (amanhã vou assistir um jogo do River), mas consegui assisti os últimos 20 minutos graças ao justin.tv. Não dava pra ver muita coisa, a bola sumia quando a camêra ficava muito afastada, mas deu pra ver a torcida que estava linda, a arquibancada lotada, social lotada, todos prontos para a guerra mais difícil da nossa história.

Hoje também o presidente apresentou para a torcida nosso novo atacante. Aloísio vai ser o trator do time, a outra muralha, cada bola do CA19 que for passada para Aloísio, será amortecida e entregue redonda e perfeita para CA19 brincar de bola!

Querem assistir o mais puro futebol? Ambiente familiar, Coca gelada, esfirra, quibe e pastelzinho de belém. Então venha comigo.

Vamos voltar. Não importa os placares, não importa o adversário, nem o autor do gol. Importante é ser o Vasco nesse momento.

Esse vídeo é para os vascaínos. Não sei se rodou na Globo, vi só na globo.com. De vascaínos para vascaínos. Ser você não torce para o clube da colina, pode sair ou ler o post de baixo, isso não é pra você. Sai!



Ser Vasco é ser intrépido tanto quanto leal. É ter o sentido da história do Brasil a fundir povos e raças sem preconceito. É ser navegante da esperança, não temer aventura, futuro, conquistas, calmarias ou tempestades.

Ser Vasco é renegar o temor e ser popular sem populismo, ser valente sem arrogância e ser decidido sem soberba. É ter a vocação da vitória e a disposição necessária à qualidade e ao mérito por saber que virtudes necessitam de energia e energia, de vontade.

Ser Vasco é, pois, ser virtude, vontade, valor e vanguarda: tudo com o v de vida, o mesmo de Vasco.

Ser Vasco é conhecer o grito do entusiasmo, esperar a hora de vencer e sentir o cheiro do gol. É incendiar estádios e extasiar multidões. É adivinhar instantes decisivos e saber decidir.

Ser Vasco é ser mais povo do que elite, mais tradição do que novidade, mais segurança do que aparência, mais clube do que time, mais vibração do que delírio, mais vigor do que agressão.

Ser Vasco é ousar, insistir, renovar-se, trabalhar para construir a vitória não como forma de superioridade, mas de aperfeiçoamento da vida e do esporte. É gol, é gala, é garbo de uniforme original, cruz no peito, sonho n'alma e amor no coração.

Ser Vasco é emoção recompensada porque vitória bem planejada, é lance, é lança, liberdade, impulso e convicção.

Ser Vasco é sentir o gosto da felicidade, da vitória e do grito maiúsculo de gol. É ter sabedoria e prudência, unidas na tática certeira ou na organização eficaz. É viver a emoção de lembrar nomes, lendas, heróis e legendários craques, troféus, títulos, retratos, faixas, taças, copas e vitórias imortais.

Ser Vasco é ter idênticos motivos para cultuar o passado tanto quanto crer no futuro.

Ser Vasco, enfim, é saborear com humildade o orgulho sadio da vitória merecida, do entusiasmo com motivo e da grandeza como destino.


O Sentimento não pode parar!!!

Gustavo Pessôa - Vasco

06/05/2009

8 O Imperador voltou!

Flamengo
Adriano está de volta e, com ele, as esperanças dos nossos atacantes fazerem gols. Não tenho muito pra falar do Adriano, já falei há alguns posts que ele joga muito, já provou isso e, apesar de todos os problemas fora do campo, ele é melhor que todos os nossos atacantes juntos.

Sugiro ao Vitinho que, já que o Fred tá muito atrás do Ronaldo, ele refaça o placar dele, agora contando Adriano x Fred.

Seja bem-vindo Adriano. A casa é sua!

Fernando Lima - Flamengo

05/05/2009

11 O time do Carioca

Vasco
Tentei escalar o time do Carioca de 2009. Por mais que a imprensa tente mostrar que Bruno Meneghel, Robinho e sei lá mais quem se destacou em time pequeno não acho que mereceram estar entre os melhores. Assim como algum jogador do Fluminense. Pra mim nenhum se destacou.
Montei um esquema sem um lateral-direito de origem porque também cheguei a conclusão que nenhum jogou bem neste campeonato. Aí vai.

Bruno (Posição mais difícil de escolher, mas ganhou a escalação pelas defesas na disputa de pênaltis)

Leandro Guerreiro (Principalmente pela final da Taça Guanabara. Bom jogador)

Juninho (Pelos dois gols de falta na final)

Angelim (Acaba se destacando mais do que jogou pela carência de bons zagueiros)

Willians (Empenho na marcação e ainda vai pro ataque)

Nilton (Bom também na marcação e sabe sair para o jogo com habilidade. Só poderia tomar menos cartões)

Kleberson (É um dos poucos que ainda sabe bater na bola e distribuir o jogo no Rio)

Maicosuel (Artilheiro do Carioca. Habilidoso e desequilibrou em alguns jogos)

Ramon (Se destacou pela garra e pela ousadia no ataque. Bom lateral)

Reinaldo (Formou o trio de ataque mais bem arrumado do Rio)

Victor Simões (Mesmo motivo)

Técnico: Dorival Júnior (Essa talvez tenha sido a escolha mais fácil. Conseguiu rapidamente dar padrão de jogo a um time totalmente novo. Pontos também pela sua sinceridade nas derrotas. Ótimo técnico.)

Concordam? Discordam?

Leo Valpassos - Vasco

04/05/2009

11 Pode chorar!

Flamengo
É, meus amigos. Contra todos os prognósticos das Mães Dinah aqui do blog, o Flamengo ganhou, mais uma vez, o campeonato carioca. Vou falar a mesma coisa que falei ano passado. O Carioca não é parâmetro pra nada, mas é maneiro pra cacete e todo mundo quer ganhar. Eu vi a empolgação de botafoguenses e vascaínos aqui no blog durante o campeonato. No final, os vascaínos assistiram pela televisão algo que eles já viveram na pele nesta década. Flamengo tri-campeão, botafogo tri-vice!

Eu achei que o jogo estava ganho quando saiu o segundo gol do Kleberson. Acho que todo mundo achou. Mas o Cuca tava a fim de perder. Ele também achou que o jogo estava ganho e por isso lançou o Obina em campo. Sabe pra quê? Pra esse gordo meter um gol num contra-ataque e ganhar mais 5 anos de mordomia na Gávea. O Obina não só não fez gol nenhum, como terminou de matar o ataque. Lento, gordo e sem a sorte que o acompanhava. Quase que o Cuca entregou o campeonato. Pra completar, ainda lançou o Josiel, outro bonde.

Mas o Flamengo não merecia perder, sabe por que? Por causa da torcida. E o botafogo merecia perder justamente por causa da torcida. Torcida ridícula, que nem em final lota o seu lado, mesmo não tendo ninguém na branca, não merece título nennhum.

Outro que não merece ganhar: Ney Franco. Treinador de time pequeno, se contentou com os pênaltis. Depois de 30 minutos, eu vi uma porrada de jogador do botafogo no chão. Teve uma hora que dois jogadores caíram ao mesmo tempo, pois a maca só leva um de cada vez. Não adiantou nada.

Não precisava dessa emoção toda, mas é até mais legal ganhar nos pênaltis, com suspense até o fim. Já estou esperando o comentário do Gustavo falando que não viu o jogo, o do Sá falando que se fosse com o fluminense a história seria outra e o comentário de algum botafoguense falando que tem orgulho do time (que continua não ganhando nada). Chorem à vontade, afinal, todo mundo torceu pro graaaaande fogão!

Saudações Rubro-Negras do Maior Campeão do Rio (sozinho).

Fernando Lima - Flamengo

01/05/2009

5 Fora Léo Lima

Vasco
Prometi ontem no meu Twitter que atualizaria o Arquibar via celular ao vivo direto de São Januário, mas uma pessoa não deixou: Léo Lima.

Era desmotivador gastar R$0,95 com um MMS para falar sobre um time que joga com Léo Lima entre os 11. O time ontem estava sem vontade de jogar bola, estavam todos sem vontade de correr, de chutar pro gol de tocar a bola. Desmotivação que atingiu até nosso comandante DJ que não mexeu bem no time pela primeira vez. Alan Kardec no lugar do Élton, só se o Élton tiver pedido pra sair. E Alex Teixeira sair pra Léo Lima entrar era meio complicado, mas fica a duvida: É melhor tem um jogador em campo que você não espera nada e ele, de fato, não fará nada (Alex Teixeira) ou ter um que você acredita que fará alguma coisa, pode dar um chute do meio da rua e entrar no gol, ou um passe em profundidade para um atacante colocar no filó, mas não faz nada também (Esse é o Léo Lima). Eu prefiro o Alex Teixeira, que pelo menos nem me irrito mais com ele.

Não sei qual o problema desses dois jogadores, mas só uma coisa justifica: Motivação. Eles não tem nenhuma.

Enquanto esperamos a chegada da Eletrobras e do Alóisio, vamos ter que aturar o esquema com Alex Teixeira. Ninguém na Ucrânia quer comprar esse menino de 100 milhões não? O Roberto faz desconto!!!

O time jogando sem um maestro não vai funcionar. Fernando Xerife, CA19, Jefenomeno e ZidaNilton precisam voltar logo ao time. Sem eles, todas as bolas são obrigadas a passar pela Ramon que nada podia fazer. Umas viúvas da Eurico ontem ficaram vaiando, mas o nosso camisa 33 estava sozinho em campo.

Na próxima semana meu time começa uma nova batalha, uma batalha que não terá coadjuvantes ou co-apresentadores. A batalha é só nossa e, infelizmente, não estarei no primeiro jogo cantando com a torcida na Colina lotada. Mas farei parte dessa história com meu time, que será toda relatada aqui como um diário, e no final do ano só um time no Rio terá justificativa pra comemorar. Tudo bem que não será das melhores justificativas, é igual comemorar que seu filho passou pra UNISUAM, mas vai ser melhor passar pra UNISUAM que nem pra reclassificação da PUC.

Gustavo Pessôa - Vasco