Páginas

26/06/2010

2 Fim da 1ª fase



A zebra foi a dona dessa Copa até agora, só de imaginar que ou Coréia, ou Uruguai, ou Gana ou EUA estarão COM CERTEZA na semi-final já dá pra ficar assustado (e será adversário do Brasil se chegarmos). Está tão assustador que é mais fácil, e discutido, quem ficou do que quem passou.


Itália e França ficaram!
Eslováquia passou. Eslovênia não.

Brasil ainda não convenceu, fez um jogo bom. O jogo que precisava, já que o de hoje foi só para firmar a amizade graças ao massacre luso contra os coreanos do norte.

Um top6 (só lembrei de 6 agora) dos destaques positivos e negativos da Copa pra mim até agora:

  1. Última campeã e vice fora da copa.
  2. Quantidade de vezes que se fala em vuvuzela e jabulani.
  3. Tiago Leifert. Acho legal o programa dele na Globo.
  4. EUA.
  5. Julio Baptista. Hoje fiquei bolado com a não ida do Ronaldinho.
  6. Fracasso africano. Esperava mais.
Sobre o tópico 4 vou completar. Ouvi no rádio que a extrema direita norte americana está tentando barrar o futebol por lá, alegando que é esporte de pobre (basquete parece que é também e eles "liberam"). Acho que não vai ser possível mais:



Quais outros pontos únicos dessa Copa?

Gustavo Pessôa - Vasco e Brasil em 94

21/06/2010

7 Dunga Eterno



Agora está na moda criticar o Dunga à la Muricy. Técnico no Brasil tem que ser amigo do jornalista, falar bonito e sorrir em todas as coletivas. Podemos ter jogadores Bad Boy, mas não podemos ter técnico mal humorado. Ele que vive ali na tênue linha do fracasso, o primeiro culpado pela maioria dos erros, o torcedor depois do alambrado. Torcedor porque acho que na hora do jogo o que ele falar nenhum jogador vai captar, ele tem influencia por conta das substituições. Esse cara que deve viver no ápice do estresse, não pode estressar. Irônico. Tem que ser calmo, sereno e falar com todos como um santo.

O Dunga é um dos injustiçados jogadores de seleção. Imprensa não suporta Cabeça-de-área. E o nosso camisa 8 teve seu nome apelido negativado no início da década de 90, e quem batizou a "geração Dunga" não foi nenhum autor de novela, perfil influente de twitter ou cantor de lambada, foi a imprensa. O cara é chamado para a seleção faz um trabalho excelente em todo o período de preparação da Copa (que começa assim que acaba a anterior), ganha TUDO, atinge ótimos resultados e ainda é contestado. Na outra Copa o quinteto mágico falhou, Ronaldos e cia foram criticados (depois), nessa ele não coloca medalhões, forma uma equipe "família", com jogadores empenhados e com sede de vitória (como todos querem ver) e é criticado.

Tudo que ele fala, alguém faz piada. Alguém, sinceramente, espera que ele abrace a imprensa? Seja amigo de todo mundo. Você seria? Se respondeu sim, você é um vendido. Quer aparecer no Bem, Amigos é?

O Dunga fez tudo certo e continua fazendo. Se ele não for campeão é por obra do destino, futebol tem dessas coisas. Não era a hora. Mas ele não precisará olhar para o passado e procurar erros, porque se cometeu foi um erro comum aceitável. A imprensa vai inventar alguns pra ele: Cadê o Ronaldinho? Ele não teria espaço nesse time?

Jornalista quer audiência, quer fazer bagunça. Cliques e pageviews. A imprensa hoje é assim, vide o assunto da semana "Gilberto Silva fora" que foi tudo inventado do nada. Com certeza isso irrita a equipe e comissão, por isso serei sempre contra a imprensa, que quando não tem notícia, tenta tumultuar.

Os portões estão fechados, ninguém vê aquele carnaval de 2006, treinos de quem bate bola na trave, batucada na arquibancada e bla bla bla. Agora é coisa séria e burocrática, e se o Dunga é o testa de ferro da CBF para que essa metodologia seja implementada, ele é melhor. Sem as imagens, sem as notícias, a única forma de passar informação da seleção é criando caso. Viva a imprensa!

Gustavo Pessôa - Vasco e Brasil em 94 com a camisa 8

18/06/2010

0 Hup Holland Hup



Voltando pra teoria das torcidas na Copa vou apelar pra uma das minhas torcidas favoritas, a Holanda. Mais que o fanatismo o que mais chama atenção na torcida é a peregrinação.

Na Eurocopa de 2008 eu seguia a seleção de Portugal, mas os selecionáveis do Felipão resolveram parar cedo o roteiro por Suíça e Áustria e no meio do caminho tivemos que escolher uma nova seleção para cobrir. Como não tínhamos como ver os jogos o melhor era escolher as torcidas mais marcantes. Bora atrás da Holanda.

O time não tem os maiores do mundo, não tem os reis da publicidade, são sempre os coadjuvantes mas forma uma equipe legal, que pra mim vive de um romântico rotulo da Laranja Mecânica da década de 70. Mas como essa Copa está estranha vai que o time do Van Bommel faz história.

A torcida: Os caras são malucos. Se a gente pinta as ruas (essa copa vi bem menos ruas pintadas que as outras) eles pintam tudo. Pintam a casa, a roupa e o carro. Tudo é laranja e ele andam em grupo, é peregrinação mesmo. Parece encontro marcado (e deve ser), surgem do nada, aparecem no meio da multidão, fazem toda a destruição que baderneiros podem fazer e depois somem.

Eu encontrei a torcida em Basel na Suiça. Esta muito calor e o jogo valia pelas quartas-de-final contra a Rússia. Certeza de vitória, a Holanda vinha jogando muito até então.

No FanZone (versão da Eurocopa para o FanFest - tipo esse que está na praia de Copacabana) estava lotado ainda faltando duas horas pro jogo - inedito em todos FanZones que passei. Nenhum lotava assim. E não tinha espaço para Russos.


Parecem mesmo torcida de clube o fanatismo pela cultura Orange (nome da família real do país) chega ao time. Patriotismo exacerbado. E fanatismo, futebol, calor juntos cerveja não parava. O melhor personagem que encontrei na viagem foi esse louco vestido de Garfield que só tinha as mãos e um pedaço do rosto de fora. Ele estava MORTO faltando 2 horas pro jogo.


Lembro da voluntária jogando água nele e o cara não tendo nenhuma reação. Morto mesmo. Só se mexeu quando um amigo começou a apertar a barriga. Só consegui fazer essa foto porque os amigos começaram a falar comigo eu não entendo nada de holandês, os caras não pareciam ser muito solícitos, preferi sair de perto. Mas registrei o Garfield. Esse era um de muitos. A torcida da Holanda é assim.

Se você acha que a torcida deles são aquelas fotos que aparecem no globo.com lotado de loiras e loiras com peitos gigantes e sorriso fácil, coitados. A torcida do Fluminense certamente é melhor. Não programem suas viagens para assistir eles por conta disso, vão ter que garimpar bastante. Agora se quer beber, eles são melhores que os Alemãs. Só não barram os Tchecos.

Amanhã tem Holanda x Japão. Torcendo pra não ter outra zebra ou empate feio, porque está parecendo que na segunda fase da Copa teremos alguns confrontos que seriam bizarros até para uma primeira fase. Copa zicada.

Gustavo Pessôa - Vasco e Brasil em 94

17/06/2010

5 Trabalho pra Jabu


Até que enfim resolveram botar a Jabulani pra trabalhar. Eu não estava secando a Copa só pra voltar aqui e falar "eu avisei que Carioca é mais emocionante" ou porque na sala do escritório que trabalho não tem TV, mas que estava complicado, estava. Maaaaas ela resolveu funcionar. Segunda rodada começou bem. Destruindo bolões, mas muito bem.

Jabuzinha aqui. Rabuzita na Argentina.
E volto com a minha teoria, torcer contra seleções favoritas é a pior coisa que alguém pode fazer pela Copa. Rapaz, Copa só tem de 4 em 4 anos. Quer a próxima fase com México, Suiça, Uruguai, Grécia em campo? Argentina e França vão ter que passar. Argentina já passou e hoje no Twitter as pessoas já começaram a falar que estão com medo. Quer ver México na próxima fase? Quer ganhar do México? Qual a Graça? Brasileiro torce contra a França por um problema histórico que começou graças ao Zico, minha geração viu duas derrotas e foda-se. Quero eles de novo.

Copa é assim. É hora de enfrentar (ou quer Brasil x Grécia nas quartas-de-final?) e fico na torcida para que a final seja Brasil x Argentina, e que seja decidido na prorrogação depois de um 0 x 0. É que comi um McArgentina (recomendo. É às terças) e segundo a promoção, se for esse o placar dessa final ganho um dinheiro :-) Ae faço um churrasco Arquibar pra comemorar com a galera.

Gustavo Pessôa - Vasco e Brasil em 94

15/06/2010

5 Te empolgou?



Gostou do jogo de hoje? Duvido. Jogo chato, bem mais ou menos. Sem um lance animador, nada que justificasse o Brasil parar de trabalhar para assistir essa pelada. Eu saiu puto, porque coloquei 4 x 0 no Bolão e o corno do Julio César ainda inventa de tomar um gol. Cara, tomar gol da Coréia do Norte é fim de carreira. Só fazer dois é pior.

Ae volto àquela discussão: Torcer ou não pelo Brasil? Quero que ganhe. Mas torcer, ainda falta um pouco. Falta emoção. Talvez em Brasil x Espanha isso funcione, mas hoje vai ser complicado. Como comentou o amigo Ronaldo no tópico que tomei pedras por falar que torci pra Argentina e Portugal em 2006, Copa é uma Liga dos Campeões que nessa primeira rodada fui mais com a cara da Alemanha do que de qualquer outra. Único jogo que prestou até agora.

Vamos tentar domingo contra a tropa do Drogba.
Sério, ninguém é Coréia do Norte.

Gustavo Pessôa - Vasco e Brasil em 94

14/06/2010

2 Felipe Melo, ele de novo.



Um típico urubu. Daqueles com estereótipos perfeito, só faltou a asa preta. Hoje em entrevista para um blog falou entre umas e outras que torce para o urubu e que a camisa que jamais vestiria é a do Vasco.

Criança pequena em Volta Redonda deve ter tomado muito na sua volta redonda com direito a reboladinha do Edmundo. Um cara desses não pode falar esse tipo de coisa, o mundo da bola da voltas. Ele tem cara de ser daqueles que vai chorar vaga em time aqui do Rio daqui a pouco. O cara chega na seleção se acha o Pelé. A lista de jogadores que vi em Copa e depois pedem esmola em clube é grande, chega com polpa de Tetra ou Penta, mas é mendigo. E ele é o próximo. O Grafitte também tem cara que vai jogar no interior de São Paulo ainda.

Um cara que esfaquiou um cara na praia da Barra (mais uma para o estereótipo) devia era estar preso e deixar essa vaga pro Ganso.

Gustavo Pessôa - Vasco e Brasil em 94.

10/06/2010

9 Eu sou brasileiro. Com muito...#fail



Copa do Mundo é uma época que fico indignado. Como já disse o amigo Leo Valpassos no Twitter dele: "Copa do Mundo é aquela época que quem gosta mais de futebol torce menos e quem gosta menos de futebol torce mais."

É exatamente isso. E esse pessoal que torce menos quer potencializar quatro anos de futebol em um mês. Absurdo! Querem consumir tudo, assistir as tão criticadas mesas-redonda, ver os gols por todos os ângulos. Gols da França! Pior, vão matar o trabalho para ver o Brasil jogar. Eu não sei se o que mais me irrita, se é esse patriotismo sazonal ou a potencialização do futebol em um mês. Só sei que a torcida do Brasil em Copa pra mim é pior que a torcida do Rexona nas finais do volêi.

Quem fica no Brasil é Rexona do volêi, quem vai pra Copa é turista. Um ou outro faz batuque, mas junta um bando tupiniquim pra começar o segundo erro da torcida: a música que canta. "eeeeeeu sou brasileeeeiro, com muuuuito orgulhooo com muito amooooor". NADA É PIOR QUE ESSE MÚSICA. Até o Fluminense ole ole ole é mais animado e criativo que isso. Sério, na Argentina tem musica pra torcida, musica maneira mesmo, até sacaneando o Pelé. Aqui fica nesse musica de Panamericano chata pra chuchu.

As mulheres vão falar essa durante a Copa. É clichê: Copa é legal né? Na próxima a gente vai né? 
A resposta agora é mais fácil: Vamos, vai ser no Brasil.

A Copa de 94 pra mim foi a melhor, acho que por ser a primeira Copa que acompanhei como torcedor mais fanático. 98 só empolguei depois da semi final contra Holanda, ate dormi no meio do jogo contra o Marrocos. O time do Paraguai era muito mais legal de torcer. 2002 era bacana, tinha o espírito da Família Scolari, mas sem Romário fiz protesto até em rede nacional (apareci com um cartaz na globo criticando o Felipão num jogo do Fluminense), mas depois fiz outro pedindo desculpa (que a Globo não me filmou). 2006 empolgou zero, Parreira só irritou com seus laterais e ataque pesado. O único jogo bom foi contra o Japão que teve os reservas que queríamos ver em campo. Torci para Argentina (principalmente depois de Argentina x México com o golaço do Max Rodriguez) e Portugal que contra a Holanda fez um dos jogos mais sensacionais da Copa.
Está na mão da turma do Dunga se vou ser brasileeeeeiro, com muito orguuulho ou se vou ter que adotar outra pátria de novo.

Gustavo Pessôa - Vasco e Brasil em 94

07/06/2010

11 Previsões



Eu sei que é cedo para falar, que só tiveram 7 rodadas, que vai ter a paralisação da Copa, que os times vão mudar, mas vou sair de cima do muro. Dos 4 clubes do rio, já dá para ter uma noção do que esperar de cada um, à exceção do framengo.

O vasquinho, coitado, vai lutar para não cair. Gustavice, você não está desesperado, mas a sua aspiração para este campeonato é essa: não cair. Em 7 rodadas, o vasco ganhou 1 jogo de um time boicotando o treinador. As únicas alegrias dos vascaínos no campeonato serão as derrotas dos adversários. Podem começar a secar, mas a fila vai continuar.

O foguinho vai ficar no meio da tabela. Não deve ter problemas para ir à sul-americana, que agora dá uma vaga pra Libertadores.

O framengo, não sei. Foi, talvez, o time que mais perdeu jogadores. O time atual é horrível, mas deve se reforçar ainda. Os nove pontos já foram um milagre, mas jogou 5 dos 7 jogos no Maracanã.

O Flu vai brigar pelo G4 e pelo título. O time do Flu é praticamente o mesmo do Carioca. Entraram o Rodriguinho e o Carlinhos. O Rodriguinho vai ser barrado pela Alan e o Carlinhos, esse sim, tem jogado muito bem e é incoparavelmente superior ao Júlio César. Agora as mesmas pessoas que falavam que o time do Flu era muito fraco, agora dizem que o Flu está jogando muito. O Muricy é bom, mas é óbvio que o time do Flu não era horroroso. Mas também não é excelente e precisa de reforços.

O segundo e terceiro gols do Flu contra o avaí, são a cara dos times do Muricy. Marcação forte e saída rápida para a o ataque.

É impressioante a evolução do Mariano. Ele está voando! Se for tabalhado bem, vai ser um grande lateral. Se o Carlinhos for o jogador dessas primeiras rodadas, então o Flu está muito bem servido de laterais, finalmente.

OBS1: Por que o Flu não vai atrás do Dida que está sem clube? Seria um excelente reforço.
OBS2: Quanto aos reforços, só acredito quando entrarem em campo. O que é um pré-contrato?
OBS3: Nada de Volta Redonda, São Januário ou Ilha. O Flu tem que jogar no Engenhão!
OBS4: Lamentável dar 2 semanas de férias para os jogadores.

O Fluminense somos nós.

Renan Machado - Fluminense

7 Fim do primeiro round

Vasco

Seguramos os segundos até o fim, só tomamos diretos de direita. Rolou aquele abracinho pra enrolar com o cronometro, chegamos a dar um soquinho na barriga do adversário mas graças ao meu bom Deus, o gongo soou. Sobe a menina com a placa e esperar o segundo round, porque nesse só tomamos soco.
Brabo demais aturar tanta porrada, mas agora é hora de beber água, estacionar na crise e esperar passar a Copa.

Não quero ver o Bob nem o R.Caetano assistindo Brasil x Coréia do Norte, muito menos Inglaterra x EUA. Eles vão ter que aproveitar essa pausa e só trabalhar, mais nada. Só pensar no Vasco. Aproveitar que a maioria dos vascaínos estarão preocupados com Kaká e Luiz Fabiano e trabalhar muito na construção do time, ou da moral do time, para o segundo round.

Tem hora que não consigo entender os jogadores, o corpo mole que eles fazem. Parecem que não gostam de jogar bola, que a vida de jogador não é divertida. Jogam sem vontade, tirando o pé. É sem explicação. E o que aconteceu hoje na Vila Belmiro era mais do que esperado. Quando via os jogos do Santos achava que seria mesmo 4, 5, 6 x 0.

Esperando notícias boas, trabalhando por notícias boas. Não vou entrar em desespero (ainda) porque ainda estamos numa fase que duas vitórias fazem um time pular para a Sulamericana, quatro vitórias é G4. No meio do campeonato eu "escolho" entre o desespero ou o alívio. Agora se o Bob quer mesmo se candidatar deputado esse ano de novo e presidente do Vasco ano que vem, tá na hora de trabalhar sério para não tomar um K.O. daqui a pouco.

P.S. O Fluminense que está dando gosto de ver. Me lembra aquele time do Criciúma do Brasileiro de 97.

Gustavo Pessôa - Vasco

05/06/2010

4 Vai tarde

Vasco

Era pra ter ido há muito tempo. Se pudesse, se aposentar depois daquele 6 x 0 no Botafogo. Seria perfeito. Ou depois dos três no Friburguense. O melhor era ter fingido uma contusão no meio da Taça Rio e nunca mais voltar.

A queda de produção do Dodô foi um absurdo. E ele amargou o banco depois disso, esquentou o confortável banco de reservas de São Januário para Elton, Coutinho (improvisado), Rafael Coelho e Robinho. Eu ficava ali das sociais vendo esses dois últimos em campo e pensando "impossivel o Dodô ser banco pra esses caras".

Ontem ele entrou. Ele tem que ser banco mesmo. Pra sempre. MUITO LERDO. Descomprometido. Jogador de time pequeno.

Outros dois que foram hoje foi o Paulinho e o Geovani Maranhão, mas esses, se eu não trabalhasse no Vasco e fosse tão fanático, nem saberia quem são.

Gustavo Pessôa - Vasco